27/11/2007
Massa: 'Schumacher motivou todos'..
27/11/2007
Schumi: 'Não tenho mais nada a provar'...
27/11/2007
Guga torcia por Massa, mas esperava vitória de Schumacher...
27/11/2007
Massa fica satisfeito com sucesso do Desafio das Estrelas...
27/11/2007
Schumacher quer disputar Desafio em 2008 de novo...
25/11/2007
Michael Schumacher vence Desafio Internacional das Estrelas...
25/11/2007
Schumacher vence a primeira do Desafio das Estrelas...
24/11/2007
Nelsinho Piquet é o pole no Desafio das Estrelas...
23/11/2007
Desafio das Estrelas: Massa diz que Schumacher é favorito...
22/11/2007
Desafio Internacional das Estrelas: tudo pronto em Floripa...
21/11/2007
Desafio das Estrelas faz largada simbólica em Floripa...
19/11/2007
Tarso Marques substitui Liuzzi no Desafio das Estrelas...
14/11/2007
Desafio das Estrelas confirma 25 pilotos em Florianópolis...
07/11/2007
Massa chama Marcos Gomes para Desafio das Estrelas...
06/11/2007
Maurício correrá no Desafio Internacional das Estrelas...
05/11/2007
Gil de Ferran volta no Desafio Internacional das Estrelas...
29/10/2007
Desafio Internacional das Estrelas põe ingressos à venda...
26/09/2007
Credenciamento de Imprensa...
09/08/2007
Massa anuncia Schumacher no Desafio Internacional das Estrelas...
 
Domingo, 25 de novembro de 2007

Schumacher vence a primeira do Desafio das Estrelas

Show de ultrapassagens levanta o público em Florianópolis

FLORIANÓPOLIS – Apontado pelo anfitrião Felipe Massa como principal favorito, Michael Schumacher não decepcionou e venceu com tranqüilidade a primeira bateria do Desafio Internacional das Estrelas, na abertura da rodada dupla no Kartódromo dos Ingleses, em Florianópolis (SC). O pole position Nelsinho Piquet ficou com a segunda posição, após travar bela batalha com Luciano Burti e Rubens Barrichello, terceiro e quarto colocados, respectivamente. Felipe Massa, que largou em terceiro, terminou em 7º, depois de levar um toque de Nelsinho Piquet, atrasar-se e rodar sozinho na tentativa de recuperação. Lucas di Grassi fechou o pódio.

Após largar em quarto lugar, Schumacher precisou de apenas duas voltas para chegar à primeira colocação. Como nos tempos de Fórmula 1, o heptacampeão mundial seguiu abrindo diferença de seus adversários até o fim da prova, vencendo com tranqüilidade e marcando 25 pontos na classificação geral. “Foi uma prova divertida, mas facilitada pela disputa dos pilotos que vinham atrás de mim e que me permitiu abrir vantagem”, comentou. O alemão disse que está se divertindo bastante na capital catarinense. “O circuito é legal e Massa fez um fantástico trabalho. Largar em oitavo na segunda bateria também será interessante”, analisou.

Com Schumacher disparado na liderança, o público em Florianópolis acompanhou grandes disputas pelas outras posições. Na briga pela segunda colocação, Felipe Massa, Nelsinho Piquet, Lucas di Grassi, Rubens Barrichello e Luciano Burti deram um espetáculo à parte, com inúmeras ultrapassagens e trocas de posições ao longo da corrida.

Nas últimas voltas, uma bela briga definiu o pódio. Nelsinho e Barrichello dividiram a curva e o piloto da Honda escapou para a grama, perdendo também a terceira posição para Luciano Burti, que vinha logo atrás. Rubinho acabou na quarta colocação, à frente de Lucas di Grassi. Marcos Gomes, outro destaque da prova, Massa e Thiago Camilo completaram os oito primeiros. “Acho que o público gostou do espetáculo. Foi uma pena eu ter levado o toque do Nelsinho. Agora, o negócio é tentar a recuperação na segunda, já que sairei na primeira fila”, disse Massa.

A 2ª bateria será disputada às 13h, com transmissão ao vivo pelo SporTV. O grid será definido com base na classificação da 1ª bateria, com as 8 primeiras posições invertidas, à exemplo do que acontece na Fórmula GP2. Portanto, o pole position será o piloto da Stock Car Thiago Camilo.

Resultado da 1ª bateria em Florianópolis:

1º) Michael Schumacher, 32 voltas em 21min59s406 (média de 90,62 km/h)
2º) Nelsinho Piquet, a 5s687
3º) Luciano Burti, a 5s737
4º) Rubens Barrichello, a 8s147
5º) Lucas Di Grassi, a 8s218
6º) Marcos Gomes, a 9s090
7º) Felipe Massa, a 16s328
8º) Thiago Camilo, a 16s548
9º) Ricardo Zonta, a 18s736
10º) Tony Kanaan, a 19s107
11º) Enrique Bernoldi, a 22s220
12º) Vitor Meira, a 22s616
13º) Ricardo Mauricio, a 29s499
14º) Cacá Bueno, a 34s065
15º) Popó Bueno, a 34s252
16º) Tarso Marques, a 36s523
17º) Pupo Moreno, a 36s703
18º) Xandynho Negrão, a 1 volta
19º) Gil de Ferran, a 1 volta
20º) Antonio Pizzonia, a 10 voltas
21º) Felipe Giaffone, a 10 voltas
22º) Rodrigo Sperafico, a 12 voltas
23º) Alexandre Barros, a 31 voltas

O grid da 2ª bateria:

1º) Thiago Camilo
2º) Felipe Massa
3º) Marcos Gomes
4º) Lucas Di Grassi
5º) Rubens Barrichello
6º) Luciano Burti
7º) Nelsinho Piquet
8º) Michael Schumacher
9º) Ricardo Zonta
10º) Tony Kanaan
11º) Enrique Bernoldi
12º) Vitor Meira
13º) Ricardo Mauricio
14º) Cacá Bueno
15º) Popó Bueno
16º) Tarso Marques
17º) Pupo Moreno
18º) Xandynho Negrão
19º) Gil de Ferran
20º) Antonio Pizzonia
21º) Felipe Giaffone
22º) Rodrigo Sperafico
23º) Alexandre Barros
24°) Luca Badoer

Márcio Fonseca (MTb 14.457)