27/11/2007
Massa: 'Schumacher motivou todos'..
27/11/2007
Schumi: 'Não tenho mais nada a provar'...
27/11/2007
Guga torcia por Massa, mas esperava vitória de Schumacher...
27/11/2007
Massa fica satisfeito com sucesso do Desafio das Estrelas...
27/11/2007
Schumacher quer disputar Desafio em 2008 de novo...
25/11/2007
Michael Schumacher vence Desafio Internacional das Estrelas...
25/11/2007
Schumacher vence a primeira do Desafio das Estrelas...
24/11/2007
Nelsinho Piquet é o pole no Desafio das Estrelas...
23/11/2007
Desafio das Estrelas: Massa diz que Schumacher é favorito...
22/11/2007
Desafio Internacional das Estrelas: tudo pronto em Floripa...
21/11/2007
Desafio das Estrelas faz largada simbólica em Floripa...
19/11/2007
Tarso Marques substitui Liuzzi no Desafio das Estrelas...
14/11/2007
Desafio das Estrelas confirma 25 pilotos em Florianópolis...
07/11/2007
Massa chama Marcos Gomes para Desafio das Estrelas...
06/11/2007
Maurício correrá no Desafio Internacional das Estrelas...
05/11/2007
Gil de Ferran volta no Desafio Internacional das Estrelas...
29/10/2007
Desafio Internacional das Estrelas põe ingressos à venda...
26/09/2007
Credenciamento de Imprensa...
09/08/2007
Massa anuncia Schumacher no Desafio Internacional das Estrelas...
 
Sábado, 24 de novembro de 2007

Nelsinho Piquet é o pole no Desafio das Estrelas

Massa e Schumacher dividem segunda fila do grid em Florianópolis

FLORIANÓPOLIS – Maiores estrelas da edição 2007 do Desafio Internacional das Estrelas, Felipe Massa e Michael Schumacher dividirão a segunda fila na primeira das duas corridas deste domingo no Kartódromo dos Ingleses, em Florianópolis. Os companheiros de equipe na Ferrari – o alemão é ainda um piloto de testes de luxo – viram Nelsinho Piquet cravar a volta mais rápida do superqualifying por apenas um décimo de segundo de vantagem sobre Lucas di Grassi, o segundo no grid.

Os três mais rápidos na sessão que reuniu os 10 melhores da tomada classificatória são os mesmos que subiram ao pódio em 2006 – Massa, o pole do ano passado, venceu e foi seguido por Nelsinho e di Grassi. Schumacher, que brilhou ao liderar os dois treinos livres, não repetiu o desempenho inicial e sequer ficou no kartódromo para acompanhar o novo sorteio de motores, carburadores e mecânicos. Trocou rapidamente de roupa e foi para o hotel na companhia de Luca Badoer, test driver da Ferrari que sairá apenas em 17º. Ao longo do dia, o heptacampeão mundial esteve sempre no foco da lente dos fotógrafos e das câmeras dos cinegrafistas.

Nelsinho reconheceu que o excelente conhecimento de um traçado onde conquistou o título brasileiro de kart de 2001 ajudou, mas considerou o resultado uma soma de fatores positivos. “Tudo deu certo. O kart estava legal, fiz uma volta muito boa e o astral também está ótimo. Mas ainda não tem nada resolvido. São duas corridas, resultados agregados, e muita coisa pode acontecer”, comentou. Sobre a possibilidade de chuva antecipada pela meteorologia, disse que é indiferente. “Para mim, que largo na frente, tanto faz”, desconversou.

Sonhando com a vaga de piloto de testes que Nelsinho Piquet ocupou até agora na Renault, Lucas di Grassi afirmou que o resultado é mais uma prova que a nova geração brasileira veio para ficar. “Estamos dando uma canseira nos pilotos mais experientes que certamente levaremos dos jovens daqui a alguns anos”, lembrou, enquanto Piquet completava, brincando. “Quando estivermos casados e com filhos.”

Massa admitiu que o equilíbrio de um evento que conta com grandes nomes das pistas não autorizava mesmo otimismo exagerado na briga pela pole. “Sabia que seria muito difícil porque tem muita gente boa aqui”. A respeito da chuva, se manifestou dividido. “Como promotor e pensando no espetáculo, prefiro tempo firme. Mas, como piloto, até que a chuva não seria mau negócio”, observou. Para Massa, Thiago Camilo, que mede 1m89, foi a maior surpresa do Desafio Internacional das Estrelas. “Eu não esperava que ele entrasse na superclassificação. O kart é uma escola das categorias de fórmula, por onde ele não passou. Mas, principalmente, por causa do tamanho. Por isso é que é natural que a molecada que veio dos fórmulas esteja andando bem”.

A exemplo da edição anterior, o campeão do Desafio Internacional das Estrelas será conhecido pela soma dos resultados das duas baterias. A segunda, no entanto, tem pontuação inferior porque os oito primeiros do grid partirão em posições invertidas em relação à ordem de chegada da primeira. A TV Globo exibe a bateria inicial às 10h15 horas, enquanto a final será levada ao ar pelo SporTV às 13 horas. Ambas serão disputadas em 25 minutos e mais uma volta.

O Desafio Internacional das Estrelas é organizado pela Carlinhos Romagnolli Promoções e Eventos, com patrocínio de Bridgestone, Prefeitura de Florianópolis, Governo de Santa Catarina e SOL, co-patrocínio de Old Eight, Fiat, Varig, CCE e Yamaha e apoio de Beiramar Shopping, JK Pneus, Costão do Santinho e Help.

O resultado dos treinos classificatórios em Florianópolis: 1º) Nelsinho Piquet , 41s856, média de 89,27 Km/h
2º) Lucas Di Grassi, 41s972
3º) Felipe Massa, 41s999
4º) Michael Schumacher, 42s058
5º) Luciano Burti, 42s245
6º) Felipe Giaffone, 42s330
7º) Rubens Barrichello, 42s361
8º) Xandynho Negrão, 42s417
9º) Marcos Gomes, 42s773
10º) Thiago Camilo, 43s122

11º) Antonio Pizzonia, 41s630
12º) Vitor Meira, 41s683
13º) Ricardo Zonta, 41s742
14º) Enrique Bernoldi, 41s801
15º) Tonny Kanaan, 41s847

16º) Alexandre Barros, 41s874
17º) Luca Badoer, 41s991
18º) Ricardo Mauricio, 42s006
19º) Rodrigo Sperafico, 42s028
20º) Tarso Marques, 42s190
21º) Popó Bueno, 42s357
22º) Cacá Bueno, 42s360
23º) Pupo Moreno, 42s415
24º) Gil de Ferran, 42s612

Márcio Fonseca (MTb 14.457)